Pronatec Palhoça certifica mais 300 alunos para o mercado de trabalho.

Na última quarta-feira, 10, cerca de 300 palhocenses alcançaram o sonho de conquistar uma qualificação profissional, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC). A formatura – promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social – ocorreu nas dependências do Ginásio Caranguejão e contou com a presença de autoridades municipais. Alunos de 21 cursos técnicos receberam o certificado de conclusão durante a solenidade.

Representando o prefeito Camilo Martins, o secretário de Segurança Pública, Leonel José Pereira, ressaltou os esforços dos acadêmicos na realização de um sonho. “Acredito que cada um de vocês lutaram para chegar até este momento e merecem todo reconhecimento no dia de hoje. Também quero destacar a qualidade dos cursos oferecidos pelo Pronatec Palhoça. Este certificado será o passaporte pra o ingresso de vocês no mercado de trabalho.”

Em Palhoça, os cursos técnicos são ofertados pelas unidades do “Sistema S” – SENAI, SENAC, SEST-SENAT e IFSC-PH. De acordo com o secretário de Assistência Social, Adriano da Silva Mattos, a indústria no município cresce em ritmo acelerado e busca, cada ver mais, mão de obra qualificada. “O Pronatec Palhoça, hoje, é destaque em nível nacional, tanto pelo número de alunos em sala de aula quanto pelas pré-matrículas – com 8 mil vagas pleiteadas para atender os munícipes no ano de 2015”, afirma.

Entre as autoridades que participaram da formatura estava a secretária adjunta de Assistência Social, Rose Meri da Silva; o diretor municipal de Emprego e Renda, Antonio Nunes Silva; a coordenadora do Pronatec Palhoça, Luciamar Bittencourt Espindola; e o padre André Gonzaga.

Os formandos pertenciam aos cursos de Aplicador de Revestimentos Cerâmicos, Assistente de Operação Logística Portuária, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Pessoal, Auxiliar de Recursos Humanos, Desenhista de Produtos Gráficos, Editor de Animação, Editor de Vídeo, Eletricista Instalador Predial, Inglês, Instalador de Refrigeração e Climatização Doméstica, Libras, Marceneiro, Mecânico à Diesel, Modelista, Modelista de Transporte Escolar, Motorista de Transporte e Produtor Perigosos, Montador e Reparador de Computador, Operador de Computador, Porteiro e Vigia, e Recepcionista em Serviços de Saúde.

No final, formandos e familiares foram recebidos com um coquetel.

Jonathas Cesário
Comunicação/Prefeitura de Palhoça
(48) 3279-1775

Todas as matérias e fotos da comunicação da Prefeitura Municipal de Palhoça são de domínio público, desde que conservados os créditos.

 

Galera de fotos – Formatura PRONATEC – Dezembro/2014

Prefeitura inaugura centro de atendimento à população em situação de rua.

Palhoça agora conta com um Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua. A inauguração do novo espaço foi feita pelo prefeito Camilo Martins acompanhado do secretário municipal de Assistência Social, Adriano Mattos, nesta quarta-feira, 12. Conhecido como Centro POP, o local servirá para o atendimento da população em situação de vulnerabilidade social, no horário das 7h às 19h. Nele, os moradores de rua poderão encontrar serviços de assistência social, acompanhamento psicológico e vivências para o alcance de autonomia.
“O POP de Palhoça servirá para a inclusão social dos moradores de rua. Por muito tempo o poder público municipal foi omisso na construção de um espaço como este. Nós inserimos o Centro em nossa receita e vamos dar todo o suporte para acolher cada vez melhor estas pessoas”, informa Camilo.
Além dos atendimentos, a unidade também poderá ofertar serviços especializados em abordagem social. Entre estes, a promoção de ações para reinserção familiar ou comunitária e o auxílio na reconstrução de novos projetos de vida, respeitando sempre as escolhas do cidadão.
“O Centro Pop é um espaço para o convívio grupal e social, onde desenvolvemos relações de solidariedade, afetividade e respeito. O prefeito Camilo Martins nos deu carta branca para criação deste espaço e, hoje, entregamos à comunidade um local agradável e acolhedor moldado por carinho e zelo”, destaca o secretário Adriano Mattos.
Para o coordenador estadual do Movimento População de Rua, Daniel Paz dos Santos, centros de referência são norteados por ética à dignidade, diversidade e não discriminação. “O POP gera oportunidades. Aqui as pessoas vem para tomar um banho, comer e retirar algum documento de identificação que tenha sido perdido. Para se ter uma ideia, morador de rua não tem residência fixa e isto muitas vezes o impede de encontrar algum trabalho digno”, explica Daniel que já frequentou uma casa de acolhimento, durante seu processo de ressocialização.

Mais sobre os centros para População em Situação de Rua
O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua constitui-se
em uma unidade de proteção social especial de media complexidade, de caráter público estatal, com papel importante no alcance dos objetivos da Política Nacional para a População em Situação de Rua.

As ações desenvolvidas pelo Centro POP e pelo Serviço Especializado devem integrar-se às demais ações da política de assistência social, dos órgãos de defesa de direitos e das demais políticas públicas – saúde, educação, previdência social, trabalho e renda, moradia, cultura, esporte, lazer e segurança alimentar e nutricional – de modo a compor um conjunto de ações de promoção de direitos, que possam conduzir a impactos mais efetivos no fortalecimento da autonomia e potencialidades dessa população.

Jonathas Cesário
Comunicação / PMP
(48) 3279-1775

Todas as matérias e fotos da comunicação da Prefeitura Municipal de Palhoça são de domínio público, desde que conservados os créditos.

 

Confira aqui as fotos da Inauguração Centro POP